“História pra Ninar Gente Grande” é o enredo da Estação Primeira de Mangueira para o carnaval de 2019. Em seu quarto ano na escola, o carnavalesco Leandro Vieira apresenta mais um enredo autoral e, segundo ele, o mais trabalhoso em pesquisa e que se prepõe em contar um outro lado da história do Brasil. Para Leandro, se for para ser enquadrado num estilo, o enredo da Mangueira pra 2019 é um enredo de caráter histórico. Um recorte da história do Brasil com um olhar mais particular. Um olhar diferente dos tais atos heroicos de figurões como Pedro Álvares Cabral, a Princesa Isabel, o imperador Dom Pedro, o marechal Deodoro. O lado “B” da narrativa construída pela história oficial, onde estão nomes de gente comum, que deveriam estar nos livros, mas curiosamente, ou propositalmente, foram deixados no anonimato.
“A proposta é questionar acontecimentos históricos cristalizados no imaginário coletivo e que, de alguma forma, nos definem enquanto nação. Essas ideias de “descobrimento” “independência” e “abolição” postas em cheque ou questionadas para possibilitar o entendimento do desprezo pela cultura nacional e as razões de uma sociedade pacífica ou, porque não, passiva”, apresenta Leandro.
Para desenvolver o enredo, Leandro Vieira tem consultado historiadores e debruçado em livros e teses, além de uma grande pesquisa iconográfica para o desenvolvimento estético do desfile. Grandes descobertas estarão presentes no desfile da Verde e Rosa. “Você sabia que o Ceará aboliu a escravidão quatro anos antes da assinatura da famosa Lei Áurea? Você já ouviu falar em Chico da Matilde? Em Maria Felipa? Sabia da existência de um herói chamado Cunhambebe? A história oficial escolhe quem deve e quem não deve ser lembrado. O desfile da Mangueira é um olhar para isso. Um olhar para quem deveria estar nos livros e porque, os que estão, foram escolhidos para estar”, conta o carnavalesco.
Sinopse
Com intuito de divulgar um enredo de conteúdo tão relevante a direção da Mangueira decidiu apresentar juntamente com o enredo sua sinopse, já para que os compositores da Estação Primeira possam ter um primeiro contato com o tema. Em breve será divulgado um encontro entre os compositores e o carnavalesco Leandro Vieira para que ele possa apresentar sua ideia e eventuais dúvidas possam ser sanadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.